15/11/2013

AS FALÁCIAS DA TRANSGENIA INDISCRIMINADA


Não posso deixar de levantar meu voto de desconfiança para técnicas de manipulação genética de mosquitos como vetores de doenças graves nos seres humanos. No México fiz questão de deixar claro no Congresso onde tínhamos médicos, de que Medicina não é uma ciência exata, muito menos o é completamente a química-farmacêutica, e, pior ainda, quando ambas interagem entre si num "caldo"complexo de organismos (homem-insetos-parasitas) com suas células e seres simbiontes em suas hemolinfas e  sangues. Vale portanto a leitura do texto abaixo da Revista Scientific American, mas por favor, com atenção e alerta crítico-construtivo do que é brincar com a Ciência:

http://www.sciam.com.br/noticias/img/controle_do_comportamento_sexual_de_transmissores_pode_vencer_a_malaria_1__2013-11-07152627.jpg
Sciam

Novas estratégias para vencer a malária

Uso de hormônios pode reduzir populações de insetos transmissores e limitar a propagação da doença

CDC
Por Jo Adentunji e The Conversation

Nota do editor: Este ensaio foi reproduzido com permissão da The Conversation, uma publicação on-line sobre as pesquisas mais recentes

O controle da malária é uma guerra travada em muitas frentes. Mosquiteiros e serpentinas repelem os insetos de seus almejados banquetes humanos e medidas ambientais eliminam ou limpam águas estagnadas onde os mosquitos gostam de se reproduzir.

Mas cientistas estão olhando além; mais exatamente, para a vida sexual íntima dos mosquitos. Em um novo estudo, divulgado no site científico PLoS Biology, pesquisadores da Harvard School of Public Health e da Universidade de Perugia, na Itália, mostram a importância de um hormônio transmitido pelo mosquito macho para a fêmea durante o sexo. Esse hormônio aciona um “interruptor”, um “sinal de acasalamento” como dizem os autores, para instruir a fêmea a desviar recursos para produzir um ovo. Bloquear a ativação desse mecanismo poderia ser uma nova forma de limitar as populações de mosquitos e, portanto, a propagação da malária.

Os coautores Flaminia Catteruccia e Francesco Baldini estão intimamente familiarizados com o mundo reprodutivo dos mosquitos. Eles trabalharam juntos em um estudo anterior sobre o papel de proteínas encontradas no sêmen do mosquito (depositado em uma massa coagulada chamada “plug de acasalamento”) para estimular mudanças nos corpos e no comportamento das fêmeas. Dessa vez, porém, a dupla e outros pesquisadores se concentraram na contribuição do hormônio esteróide masculino 20-hidroxi-ecdisona (20-E) encontrado no plug de acasalamento de Anopheles gambiae, a espécie de mosquito portadora do parasita Plasmodium da malária.

“Procuramos por ele, porque o 20E normalmente não é associado à reprodução masculina e queríamos entender por que os machos Anopheles gambiae produzem e transferem quantidades tão grandes desse hormônio para as fêmeas; já suspeitávamos que essa transferência pudesse ter um importante papel reprodutivo”, explicou Catteruccia.

Os pesquisadores descobriram que depois do ato sexual, o hormônio 20E interage com uma proteína no trato reprodutivo da fêmea que estimula a produção de ovos. O estudo também revelou como o mecanismo funciona: a interação do hormônio masculino com a proteína feminina aumenta o acúmulo de gordura nos ovários da fêmea, o que faz com que os ovos sejam produzidos mais rapidamente e em maior número. “Fêmeas virgens”, por outro lado, raramente desenvolvem ovos.
Catteruccia admitiu que, embora a pesquisa não tenha sido de modo algum abrangente, ela e Baldini não estavam cientes de nenhuma interação semelhante a essa no reino animal.

“Essa é a primeira vez em qualquer espécie de insetos que se mostrou que um hormônio masculino interage diretamente com uma proteína feminina e altera a capacidade reprodutiva da fêmea”, declarou Baldini.
De acordo com Catteruccia, as descobertas poderiam ser usadas para “atacar” os mosquitos e reduzir suas populações de duas formas: inibindo a produção do hormônio ou a sua interação com a fêmea. Isso poderia ser feito por meio de inseticidas atualmente utilizados para reduzir as populações de mosquitos e através da chamada técnica do inseto estéril. Esse método envolve a liberação de um grande número de insetos estéreis, geralmente machos, em uma população onde eles competem com machos naturais e acasalam com fêmeas para reduzir o número de insetos na próxima geração.

Poderíamos manipular machos para que eles não produzam e transfiram um hormônio funcional”, sugeriu Catteruccia. “Esses machos alterados poderiam, então, ser soltos em estratégias de controle, como a técnica do inseto estéril, para suprimir as populações naturais de mosquitos”.

 “Também poderíamos desenvolver inibidores que impeçam as fêmeas de desenvolver ovos. Esses inibidores poderiam ser incorporados nas fórmulas dos inseticidas usados atualmente para matar mosquitos (tanto inseticidas aplicados nos filós de mosquiteiros, como aerossóis residuais de uso doméstico interno)”, acrescentou.

“Desse modo, mesmo se o inseticida não matar o mosquito devido a uma resistência, ele não produzirá ovos, nem transmitirá a resistência a inseticidas para seus descendentes. Isso aumentaria a vida útil e a eficiência de inseticidas, nossa melhor arma contra a malária e os mosquitos”. 

Sanjeev Krishna, professor de parasitologia molecular na St. George’s University of London, confirmou que a resistência a inseticidas é um problema e, embora estejam sendo feitos esforços para desenvolver novos produtos, novas formas de atacar as populações de mosquitos e a malária são bem-vindas.

 “O controle de mosquitos, no qual uma limitação de sua reprodução seria um componente importante, é uma área comprovada de benefício na redução da mortalidade por malária através do uso de mosquiteiros impregnados com inseticidas”, afirmou.

“Os mosquitos estão se tornando resistentes a alguns inseticidas e estão passando por uma seleção natural para mudanças de comportamento que os adaptam para ficarem menos expostos aos mosquiteiros. Se for possível desenvolver uma nova abordagem, isso seria muito útil para o ‘kit geral de ferramentas’ contra a malária. As descobertas feitas nesse estudo estabelecem as bases para uma abordagem diferente, mas haverá muito mais a fazer antes que os resultados possam ser traduzidos em benefícios para o controle da malária”, declarou Krishna.

Outro trabalho que analisou aspectos biológicos para controlar o Anopheles gambiae (Anopheles vem do grego e significa “bom para nada”) incluiu a idéia de infectar os mosquitos com a bactéria Wolbachia, que os torna temporariamente resistentes ao parasita da malária. Para isso, porém, as fêmeas desempenham um papel crucial, já que a infecção bacteriana só pode ser transmitida entre elas e suas crias.

Quanto à erradicação de mosquitos tem sido argumentado que a aniquilação completa de algumas espécies portadoras do parasita da malária não prejudicaria sistemas ecológicos, especialmente em comparação com os enormes danos provocados em humanos.

A publicação on-line The Conversation é financiada pelas seguintes universidades: Aberdeen, Birmingham, Bristol, Cardiff, City, Glasgow Caledonian, Liverpool, Open, Salford, Sheffield, Surrey, University College London (UCL) e Warwick. Ela também recebe financiamento do Higher Education Funding Council for England (HEFCE), do Higher Education Funding Council for Wales (Hefcw), do Scottish Funding Council (SFC), do Reasearch Councils UK (RCUK), da Fundação Nuffield e do The Wellcome Trust.
Este artigo foi publicado originalmente no site The Conversation.. Leia o artigo original (em inglês).

 Lembrando que 90% das células do corpo humano não são humanas (http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI107388-15224,00.html )...o que poderíamos fazer utilizando seres externos manipulados (transgênicos) que podem, num processo de mutação, evolução conduzir uma química-orgânica inesperada?  Acho e vejo a toda hora os erros de uma quimera médico-farmacêutica totalmente torpe nos caminhos do capital pelo capital. Lembrando que a Indústria Farmacêutica Alopática Transnacional muito pouco tem de nobre em suas pretendidas "ciências". E ad nauseam, escutamos e lemos relatos de cientistas e prêmio-nobel (http://midiaglobalista.blogspot.com.br/2013/09/nobel-de-medicina-cura-de-doencas-nao-e.html) escancarando as práticas absurdas e capitalistas nada humanas destas Indústrias; então o que poderíamos dizer de soltar TRANQUILAMENTE em nossos Biomas seres transgênicos? 

Fico rindo da frase que li no texto acima, de pura lábia cínica travestida de sandice, quando coloca algo tão complexo em padrões totalmente humano-pseudo-religiosos (o homem, o centro do universo) :

  "Quanto à erradicação de mosquitos tem sido argumentado que a aniquilação completa de algumas espécies portadoras do parasita da malária não prejudicaria sistemas ecológicos, especialmente em comparação com os enormes danos provocados em humanos."

Reconheço que a malária é doença de terceiro mundo e na HISTÓRIA RECENTE não tem gerado interesse (riqueza) para Multinacionais (porque Países de terceiro mundo só tem pessoas pobres) e por isso não se tem resultados farmacológicos ALOPÁTICOS rapidamente eficientes. Mas temos sim, estudos diversos em andamento como o uso da erva Artemisia annua para a extração de artemisinina com eficiente efeito anti-malárico ou mesmo esta erva melhorada nos níveis de artemisinina e tomada na forma de chá. Não somente por via de fitoterápicos, mas por vias de síntese futura de hormônios - como relata o próprio estudo na observação dos efeitos do hormônio masculino sobre as fêmeas deste mosquito. Lembrando que células transgênicas da soja passaram inusitadamente e incólumes pelo intestino de humanos e entraram nas células...http://reporterbrasil.org.br/2013/11/pouca-transparencia-marca-estudos-sobre-riscos-dos-transgenicos/ ). Situações assim de transgenia em vetores PREOCUPANTES nas comunidades, me parece mais grave ainda a manipulação sem discussão-fórum deliberativa, controle Judicial, Ético e porque não CIENTIFICO ou mesmo EPISTEMOLÓGICO!!!

A ciência se tornou mera ferramenta para os devaneios do CAPITAL E DO BELICISMO!

11/10/2010

O Saque “democrático” no Estado

A idiotice de acreditar na bipolaridade apresentada como Capitalismo e "Comunismo"


Vivemos um Mundo de Psicopatas. Não nascidos por si só e sim feitos pelo próprio Sistema Citadino ou Capitalista/"Comunista" em que se mergulhou a Humanidade quase toda. Hoje a falência do Capitalismo Norte-americano (caudilho de todo o capitalismo dos outros países) se sustenta na exploração da mão-de-obra oprimida, barata e escrava do "Comunismo" Asiático(que agora já está se rebelando por mais direitos) e da falta total de respeito ao meio-ambiente local destas potestades tecnológicas em que se tornaram. Colocaram todas as suas maiores fábricas naquela região, sem Lei Ambiental e respeito aos direitos fundamentais dos seres humanos. Multinacionais de todas as bandeiras e gêneros, vindos de países que se auto-intitulam democratas, mas que com olhar mais técnico do que sejam necessárias os centenas de detalhes para se chegar a tão nobre sistema; se chega a uma conclusão simples de serem em verdade sistemas dominadores das mentes coletivas. No caso gritante dos EUA, temos ilicitudes como narcotráfico, tráfico de todos os gêneros, corrupção governamental, mercado da doença(Industria Farmacêutica Alopática), mercado de comida patológica(Transgênicos, Fast-Food, biscoitinhos bomba-atômica, recheamento com toda a gama de aditivos químicos...), mercado de armas(Idealização prévia de Guerras)...SUSTENTANDO o frágil capital das bolsas de valores.

A interligação de tudo e de todos num Planeta de Vida

Todos os países primam por ações com políticas APARENTEMENTE públicas, mas degradam toda a Natureza que podem - porque vivendo estas pessoas num meio degradado das cidades, sem perceberem nem donde vem uma galinha, quanto mais seu oxigênio, sua água e resto dos alimentos - não conseguem sentir a obviedade da interdependência de tudo e de todos os seres nesta Terra. Cada um mede de acordo com suas próprias réguas, diz um ditado. Acham estes, em seu interior, de que as cidades vivem por si só, independentemente do resto do Planeta. E assim imprimem sua distorção na própria democracia que manipulam. De uma forma absurdamente tola, apregoam antes de tudo o “progresso” e emprego, do que a permanência da Natureza que sustenta tudo. E assim vamos puxando a degradação ambiental e humana em todos os países do terceiro mundo para o sustento com matérias-primas baratas e SUBSIDIADAS aos países “civilizados” do primeiro mundo(Mineração é a Neocolonização dos países de periferia). Contribuintes - escravos de 5 meses por ano ao Estado ... - de países do terceiro-mundo como no Brasil, SUBSIDIAM de todas as formas, as matérias-primas de mineradoras, agroindústrias(...) exportadoras aos ricos(falidos) países de primeiro-mundo.

A formação inicial do Teórico Sofista

Existe uma grande diferença entre conhecer, escutar e sem compromisso algum mentalizar(achar que sabe),... e o fato real de saber com a experiência da prática de abrangência e da vivência. Um parece apenas memorizar sem compromisso e o outro somatizar completamente no corpo e na vida individual circundante. Parece que um continua no atoleiro dos ensinamentos das escolas e o outro foi à prática. Então, quando alguns seres-humanos se levantam em rebelião contra a expropriação, contra a destruição da Natureza, contra a destruição das Bases Sociais...a maioria fica inerte como “Zumbis” e até aparecem os “Reprogramados” que ficam indignados que tenha alguém lutando por estas coisas que são em realidade as suas próprias vidas. De modo que ao comum dos mortais, sua sina é Ignorar, não Refletir, Destruir, Corromper, Usufruir, Alienar e por fim se Autodestruírem com Câncer, Diabete, problemas Cardíacos, Renais e por aí vão. Enquanto estiverem dirigindo seus carros último tipo, enquanto o dinheiro desviado para Miami(cidade-estado de “primeiro-mundo”)de fundos públicos, estatais e narcotráfico estiver jorrando; enquanto estiverem viajando de jatinho e dormindo em hotéis de luxo, nunca se tocarão do caminho que estão levando toda a população e o Planeta. Não é este o objetivo. Só pensam nas suas vidas presentes, pouco lhes afeta as gerações próximas, futuras. São possuídos por uma patologia que nem lhes dá o auto-questionamento, o autojulgamento. O poder lhes embriaga, a subjugação do povo num palanque politico é a vinda de mais energia sutil para seus egos carentes cada vez mais deste tipo de “alimento” fácil: o medo e o embasbacamento das massas servis. Ameaçam a todos que lhes desmascaram sua patologia existencial. Sofismam despudoradamente, que até um simples favelado analfabeto, reconhece sua farsa e mentirosa fala - apenas acontece que estes pobres se subjugam diante do poderio econômico que os outros ostentam, numa mistura de submissão, medo e interesse material.

Um filme de ficção sendo vivido por cada um dos cidadãos deste país

São imensas hordas de corrompidos instalados na própria máquina governamental que dirigem o destino, a evolução da Humanidade!!! Colocados como estúpidos de fato na manipulagem de seus apadrinhados políticos, fazem o serviço de porão, mantendo o sistema podre e opressivo funcionando pelo seu salarinho de final de mês e os milhões roubados do seu Senhorio-politico. Os políticos de profissão, subjugam os partidos, trazendo estes como se fossem suas posses. Não permitem que ninguém novo entre no partido e sim somente seus filhos, suas esposas, suas amantes, seus capachos. Formam quadrilhas de políticos e se apossam então do Estado. Prejudicam a boa crítica. Corrompem os meios de comunicação com as forças do próprio estado, como festas, matérias jornalísticas, propagandas “legais”obrigatórias, nomeações de aparentados dos próprios donos dos meios jornalísticos etc, etc, etc... Nomeiam o Judiciário e com isto destroem o próprio pilar da Democracia. Aliam-se as Grandes Corporações de Mineração, Seguro, Empreiteiras, Bancos e saqueiam todos os bens públicos de uma Nação para os seus grupelhos amigos do rei. Começam as concessões, as facilidades, as vantagens, as licitações forjadas, as compras super-faturadas, as meias-obras ou mesmo as inacabadas...

O Mega-empreendimento que assusta e subjuga as populações

Surge um MEGA-empreendimento, então, entoam sempre o mesmo mantra que gerarão emprego e renda para 500 pessoas, 3.000 pessoas e assim por diante, desde que todos ingenuamente ratifiquem as negociatas (sub-reptilianas) com os donos bilionários da grande corporação que quer se instalar no infeliz do local, quase sempre belo por Natureza. De modo que uma penca de poucas dezenas de pessoas se vendem pelo “canto-da-sereia” e degradam a vida das outras milhares que vão viver no entorno do pseudobenéfíco empreendimento. Como vis seres rastejantes, vendem suas próprias consciências pela sacola de moedas “de Judas” do “grandalhão” dono do MEGA-empreendimento. Comprometem toda uma vida da Comunidade e se passam por sábios à turba, enganando todos como bom propagandista, marqueteiro, politico de lábia fácil. Passando uma farsa e um perigo como se fosse um brinquedo de criança. O modus operandi é fruto de seu modus vivendi. São sempre iguais. Canalhas ou Associações, recolhem as moedas de ouro jogadas aos seus pés, em troca da traição de toda a Sociedade, de sua própria espécie. Vendem-se a alienígenas, recusam suas próprias almas em troca de um carro novo, de um APERTAmento APARTAdo em algum lugar nobre da babaca de uma elite oca que há em todos os cantos onde houver um cemitério industrial de estado pseudo-democrático.

Viver com consciência ou vegetar, se arrastando aos políticos.

Criou-se uma cidade que é como uma mulher bem trajada, pintada e aparentemente bonita aos olhos pouco técnicos ou desavisados. Lá todos vivem num modo de vida padrão, de labuta diária do carro ao emprego e do emprego a casa e a escola dos filhos. Final de semana na praia ou de vez em quando no campo. Férias em Nova York ou em algum canto paradisíaco nacional. E assim vai a vidinha esnobe aos amigos, a compra de um novo carro... Pinta-se como se a vida pudesse ser delimitada em rotinas, em horas, em dias certos e cronometrados... Como se o coração não almejasse coisas mais perenes e universais. Tudo feito para que a turba possa ser manipulada, sentada passiva diante da TVLESÃO, rezando num determinado padrão, num pré-determinado local... Hoje existem técnicas apuradas, mestres e empresas especializadas no conceito de controle das populações, das suas mentes, da sua psique, de seus estômagos. De modo que doentes e cansados, ficam mais mansos e mais fáceis de serem subjugados e de não importunarem os donos do poder envolvidos nas “maracutaias”, nas roubalheiras e nas magias ritualísticas do poder. Ai entram e se esbaldam, as Indústrias Farmacêuticas Alopáticas, as Indústrias do Entretenimento Desviantes, as Indústrias dos Alimentos Sintéticos e Mortos, as Indústrias das Bujigangas Inúteis, as Indústrias da Religião, as Indústrias do Judiciário, as Indústrias das Multas e dos Impostos, as Indústrias das Drogas e da perversão do sexo e assim vão-se criando com a mente SERVIL dos seres dominados.

05/08/2010

Ocorrências Governamentais e de Grupelhos, que toda a População do Brasil, deveria saber com profundidade...

A formação de um estado de Santa Catarina Fascista

Todos nós ouvimos diversas calamidades ambientais em Santa Catarina e outras mais calamidades no âmbito político do estado. Bem sabemos que somente aqueles que buscam (se esforçam, batalham) podem encontrar notícias verdadeiras que estão mascaradas ou mesmo foram omitidas pela imprensa monopolista como é a RBS(Rede Brasil Sul). É nauseante a relação que o governo mantém com esta imprensa que insiste em expor na capa o traficante não sei do que, que aliciou o filho de não sei quem para aprender a roubar com uma boneca..e assim vai a asneira. Somos feitos de palhaços por esta mídia venal a todo o momento (seguramente não somente esta, mas para elucidar melhor o rastro de um fato, vamos a análise neste transcorrer deste artigo...). Ela não educa nem informa, simplesmente embaralha as mentes, desvirtua o propósito do conhecimento, altera os ânimos do ser humano a um objetivo de desconstrução da sociedade. Um caso individual e de polícia e como tal deveria ser tratado, é estampado na capa, mas um empreendimento que põem em risco centenas de milhares de pessoas, só colocam o lado "doce" dos empregos gerados, do "progresso" aparente em tal e tal município...do lucro vil. O risco não vale a pena mostrar à população com profundidade. Por que motivo de tantas canetas importantes terem assinado na surdina a liberação de tal empreendimento, não é discutido com a sociedade? Por que dificultar o numero de Audiências Públicas? Por que soltar Licenças Ambientais sem critério nem discussão com a sociedade??? Pintam de doce um projeto e amordaçam completamente a voz da sensatez, a voz do povo que DUVIDA ou se OPÕEM a estes empreendimentos de fachada "bonita". Vivemos um estado de Neo-Fascismo, quando os meios democráticos são PROPOSITADAMENTE manipulados, estudados para serem enfraquecidos para objetivos que se mantém ocultos com o discurso político de verdadeiros SOFISTAS escolados na lábia de confundir o povo com provas falhas, discursos sem fundamentos lógicos ou técnicos. Misturam as provas, denigrem quem levanta-se contra estas arbitrariedades, ameaçam...mas não conseguem refutar com lógica, nenhum dos pontos levantados contra suas medidas fascistas. O estado passa a ser um instrumento da personalidade de poucos. A Razão passa a ser instrumentalizada e desvirtuada para satisfazer a loucura emocional de personalidades políticas temerosas a toda a nossa civilização.

Façam um Passeio pelo Plenarinho da Assembléia Legislativa

Segui à Casa do povo para pegar um DVD de uma palestra ocorrida sobre meio ambiente, quando escuto um deputado( ....) xingando em dedo em riste frases estranhas pelo tom que vivemos hoje no Brasil, com a Lei Maria da Penha e mais ainda pelo respeito que deveríamos ter a mãe de todos nós que representam as nossas mulheres. Pensei que talvez aquela em que ele acusava tão efusivamente, tivesse realmente denegrido a imagem de si mesma ou talvez abandonado completamente as grandes virtudes que o feminismo autêntico encabeçado por fêmeas autênticas sabem tão bem por em prática, nos deixando embasbacados com suas saídas fáceis de problemas que a nós homens, demoraríamos anos de sair... Talvez aquela mulher tenha atacado covardemente com um porrete um pobre homem e este homem tenha sido furiosamente e covardemente agredido sem nem ter a culpa devida...talvez ela tenha faltado alucinadamente com a devido respeito humano a outrem...invertendo-se um papel e com isto tal mulher abandonado sua condição até superior em delicadeza, beleza, sutileza, argúcia que nos fazem muitas vezes à nós homens desmanchar de vez.

A aparente "verdade" de muitos deputados...

Tal não fora meu espanto, quando adentrei no plenário e ouvi do que se tratava... Reuniam-se um monte de machos para acusarem uma atitude louvável e até de dever da Procuradora da República, Dra Analucia Hartman. Dizia o "ilustre" deputado: " quem pensa que é aquela mulher...quem pensa que ela é ?..." Falava vermelho de cólera e transparente feiúra em seu aspecto. Mais alguns minutos e ficava-se sabendo que o motivo para tantos apartes era de que a Procuradora tinha enviado para cada Prefeito dos Municípios de Santa Catarina, um aviso de que seria mais racional e cauteloso aos prefeitos, que estes seguissem a Lei Federal de Meio Ambiente para que não fossem envolvidos criminal e civilmente em Ações futuras, penalizando-os por deslizes que estes possam achar certos, seguindo o Código Ambiental alterado por estes mesmos deputados da Santa e "bela" Catarina. Código este - diga-se de passagem - uma aberração depois de termos vivido as calamidades ambientais que não param de açoitar com razão, o estado. Somente nós catarinenses não saberíamos porque a Mãe Natureza desfecha seus golpes contra o estado de SC??? Motivos há de baldes, diria até de tanques !!! Desde o segundo lugar em desmatamento no Brasil, até mega empreendimentos que querem se instalar a todo o custo,
onde o Código Ambiental Federal seria o único empecilho as suas ambições e ganâncias...  
Fica-se perplexo até que elegemos os nossos próprios carrascos, verdugos futuros !!! Vejam o caso do ex-Governador Luiz Henrique da Silveira. Armou encontros no Palacio de Governo com magnatas, mega-empresas e loteou toda a SC para Mega-Empreendimentos Destruidores de Meio-Ambiente e de todas as suas Sociedades, Economias locais, Infra-estruturas, Segurança, Saúde...Tudo sem nenhum critério lógico, a não ser, o pensamento CEGO de lucro para grupelhos!!! Que certamente não somos à nós catarinenses.


Lucidez no governo??? Não temos!!!



07/06/2010

Erros Coletivos para as Mentes Incautas do Povo...com o fim de confundir e dominar para o deu$$ capital

Interessante é a vida!!! Como se pode tentar apagar as evidencias de um delito coletivo? Tem pessoas e grupos que realmente esqueceram suas humildades e coerencias na gaveta de suas residencias, antes de saírem pela porta da vida...

01/05/2010

Na Natureza: Opostos Complementares,.... nas Cidades movidas pelo deus Capital, temos Opostos Separados !!!

Vivemos um Mundo, ou melhor, num Universo de elementos com "Lados" Opostos Complementares. A Natureza é pródiga em dar exemplos filosóficos - que na sua origem visível, local; podemos classificar como biológicos, químicos matemáticos, físicos etc.... 

        Plantas Medicinais e a Similitude com Humanos

Temos ervas que em altas doses, devido possuírem compostos tóxicos, podem ser fatais. Como no caso da planta Jaborandi que possui a Pilocarpina, causadora de cólicas, dificuldade respiratória, diminuição do batimento cardíaco, até ao colapso das funçoes. Ora, na Natureza vemos sempre a polaridade e encontramos na erva Atropa beladona, uma molécula chamada Atropina que pode reverter quase todo o quadro inicial de envenenamento descrito anteriormente. Fato COMUM é que plantas venenosas, em doses específicas, servem como antídotos de venenos, câncer e na feitura de muitos remédios vitais. Portanto ser tóxico não quer dizer necessariamente fatal ou ruim e sim depende de uma RELATIVIDADE. Então voltamos à própria e anterior erva Jaborandi, que era usada pelas tribos Guaranis para debelar vários tipos de envenenamentos. Sendo posteriormente absorvida esta prática terapêutica pelos europeus que colonizaram o Brasil. Pode ser explicado visivelmente e fisiologicamente pelo quadro de intensa transpiração e salivação que o enfermo experimenta com seu chá - efeito benéfico para retirada de toxinas do organismo. 
Hoje é plantada em grande escala para a obtenção da pilocarpina de uso em problemas oculares como glaucoma e agente de contração da pupila.

        Reversibilidade Alentadora ou Misericórdia 

Notadamente no caso da erva Atropa beladona, que tem uma molécula ou substância chamada Atropina, temos também um sério risco de envenenamento com um quadro de dilatação da pupila, diminuição de suor, de salivação, e de micção ou urina. Além de alucinações de alta intensidade e violência, com a perda da consciência seguida de morte. Nesta família das Solanáceas, constituem ervas tóxicas como Datura stramonium, Datura betel entre outras que tem uma substância principal chamada Escopolamina, de mesma reação somática como a Atropina. Notem que alguns sintomas são opostos ao do Jaborandi, porém, este quadro grave pode também ser revertido com o extrato do Jaborandi ou Pilocarpina. 


      Leis intrínsecas

Interessante como a Natureza nos ensina filosofia. Talvez por isto que muitas das pessoas das Cidades grandes(sem Natureza) tenham tanta precariedade na verdadeira ética ou mesmo humanidade. Coisa interessante que quanto mais o ser humano se afunda no capitalismo norte-americano nas cidades, menos humano ele se torna e mais monstruoso, sem virtudes, sem paz, sem amor fraternal, sem companheirismo, sem amizades verdadeiras, sem silêncio interno, sem equilíbrio emocional, sem compaixão, sem inteligência lógica, sem honestidade, sem esmero, sem lealdade ...sem....
De modo que no exemplo anterior das ervas citadas, uma causa sudorese intensa e a outra causa falta completa desta reação orgânica. Porém ambas, nos seus extremos de intoxicação, levam ao mesmo fim que é a morte do individuo. Portanto temos uma erva como que quente (ou yang pela medicina chinesa) e outra oposta, fria (Yin pela mesma medicina chinesa). Tal qual uma sendo um elétron( negativo) e outra sendo um próton (positivo). E o que se deduz é que os EXTREMOS QUANDO EXALTADOS E ACEITOS COMO ÚNICAS VERDADES, LEVAM AO MESMO FIM DE DECREPITUDE ORGÂNICA OU COLETIVA.

     Natureza como fonte de equilíbrio emocional, mental e físico  


Difícil o humano que consegue aguentar por meses ou anos o ambiente "insalubre" de sensibilidade que persiste nas grandes metrópoles. Ou este foge nos finais de semana para o campo ou para as praias ou ele passa a ser um "vampiro" de homens ou mulheres para absorver o equilíbrio dos outros e suas felicidades, energias, inteligências etc... Rolam para isto noitadas, festas, bares, discotecas, circos de todo tipo. Notadamente quando vemos homens e mulheres sendo dogmáticos, partidarizados, sectários, extremistas, ateus ou crédulos, promíscuos ou carolas... Percebemos logo o fator principal que lhe falta nos seus corpos formadores. De modo que nos extremos em que persistem, na arrogância que demonstram e na típica raiva que lhes contorce quando surge alguém cristalino ou contrário, percebemos que sua vida não durará muito. Humildade é uma arma da sabedoria e do equilíbrio duradouro. 

    Políticos depredadores da Humanidade e seu fim

Exemplos por este Mundo de "grandiosos" pseudo-líderes como Margart Thatcher e Ronald Reagan, com seus extremismos que tanta dor e calamidade trouxeram ao Planeta e aos seus seres, não faltam !!! Evidenciamos o mesmo fim catastrófico para ambos: Demência sem fim. Jazem sofrendo situações físicas vexatórias pela condição de horrores que impuzeram sobre o Mundo, quando tinham o poder material para agirem. Ambos agora têm o Mal de Alzheimer, e da forma mais cruel!!! 
Não precisamos ir muito mais longe atrás na história para descobrir outros Césares, Calígulas ou Neros, não!!! Temos George Walker Bush, Pinochet, Alberto Ken'ya Fujimori e a té papas e dalai lamas...




      Idéias sem base prática

Idéias sem vínculo com a realidade planetária, com a causalidade na vida diária, jazem sempre em homens e mulheres sofredoras desta carência relatada anteriormente. Falta-lhes a própria Natureza dentro deles, pelo simples fato de suas alienações com seus limites factuais. São como bebês mimados, mas grandes e com brinquedos gigantes e cada vez mais chamativos. Precisam chamar a atenção, porque não conseguem reter a substância principal de que tanto comentamos até agora. Só assim chamando a atenção, os incautos se prosternam a estes e enfim eles tem mais alguém para lhes tirar a essência !!! Vemos muito isto nas viroses dos engravatados impostas pelo capitalismo norte-americano de que nosso país não se desgarra. Homens que jocosamente querem "ensinar" aos outros que ser feliz é ser milionário e desejar cada vez mais dinheiro para si e mais posses. Aparecem como Narcisistas em revistas como "Caras"- de uma caretice só!!! Não percebem uma Lei Universal de que quanto mais se enchem de exterioridades, mais se perde o interior, menos se tem paz e mais tiramos dos outros. Não se trata de viver no extremo da penúria ou mesmo de não satisfazer às suas necessidades, mas manter o Caminho do Meio !!! Portanto uma Nação funciona como um grande organismo, em que naturalmente certos órgãos necessitam de determinados compostos, mas o sangue deve seguir para todos e na dose adequada. E quando um amontoado de carne exige mais sangue do que de costume..., percebemos que uma massa de câncer se alojou no todo.
De modo que um Sistema Capitalista - dentro de um regime que se diz democrático - que molda concentração de poder e de bens, em detrimento do próprio bem a Nação - é de fato um Câncer e contradiz às politicas economicas propaladas como verdades absolutas.

     Um Sistema Pseudo-Democrático que forja Megalomaníacos


Mas, não vivemos num País assim como quereríamos, de um organismo funcionando, vivo e sadio!!! Temos um presidente Lula que enganou um povo, porque se propunha a salvador da pátria e de mais democracia. Quando em realidade não tinha competência e nem vontade para tal. Aliou-se a empreiteiras, mineradoras, bancos e seguradoras -  os de sempre com a chave do galinheiro. Só fala em emprego e renda, como se qualquer emprego fosse bom ou mesmo a maioria dos empregos fosse dígno e salutar. Vê o fim e não os meios! Resta-lhe uma idéia capitalista norte-americana como proa e só !!! Infeliz, que nem sequer vislumbrou a ideologia que tanto pregava, muito menos uma outra realidade de economia e de vida, muito mais abrangente. Qualidade em tudo é o que vale à criatura humana e não a simples quantidade monetariezada. Se fosse somente isto, não teríamos ricos desgostosos e infelizes aos borbotões...e suas lambanças por Mundo afora.

   O que resta ao Brasil: particionismos partidarizados !!!


Outro ledo engano é achar que temos que aceitar uma dicotomia de pessoas e ideologias como candidatos para o Brasil. Ou fica o candidato das empresas que se acham donas do Estado, ou outro que se acha de uma pseudo-esquerda também da mesma índole. Não considero uma escolha inteligente levantar bandeiras ideológicas, sectárias. Ambos os candidatos que são propostos pela mídia controladora das mentes brasileiras, são de uma miopia existencial e que dizer para seus governos ou administrações? A idéia serve como motora da Ação, mas quando a idéia assume um dogmatismo de direita ou de esquerda, ela se distancia da realidade que em verdade tal qual a planta Jaborandi e Datura, não são venenosas ou inúteis em absoluto e sim EXTREMAMENTE ÚTEIS RELATIVAMENTE !!! Portanto, os extremos se atraem e são necessários para o equilíbio geral, quando não se dá a voz à RAZÃO que já fora forjada na caldeira destes mesmos opostos e tem mais têmpera do que os "metais" que lhe serviram de matéria-prima. Esquecem os doutos que o ser humano sempre viveu em COOPERAÇÂO e isto lhe fez viver estes milhoes de anos sobre a Terra, sem que se precisasse etiquetar, ideologizar, rotular...o seu altruísmo existencial e vital. O que se vê é que Capitalismo e Comunismo são uma coisa só: OPRESSÃO! Foram idealizados para dividir, oprimir e sugar a alma humana.

    Hedonistas e Arrogantes dirigindo empresas virais



Temos aqui também industriais que desprezam as Leis Universais(sim, são Universais e não somente Humanas) do Meio Ambiente, mas forjam (pseudo) propagandas de sustentabilidade em múltiplas fábricas agourentas com final "X". Seus comportamentos são deveras doentios quando disseminando suas carências humanas, como se fossem virtudes. Estes pseudo-líderes chegam seduzindo aos outros, para lhes tornarem ricos, desde que os ajudem a torná-los bilionários !!!??? De modo que não lhe basta ser o oitavo mais rico, em meros e muito estranho poucos anos de "trabalho", mas sim almeja mais e mais se tornar então o quinto à custa de megas negócios de três bilhões, que certamente depredará a Natureza e consequentemente a vida de milhares de pessoas, com economias estabilizadas e regionalizadas de pescadores, comerciantes etc... Num país de terceiro Mundo, quer implantar uma ideologia falida de primeiro Mundo, que nem é auto-sustentável, pois, aos EUA, não bastam mais o planeta Terra, porque seu povo(quase tudo é descartável) de " 5% da população mundial, consome 40% dos recursos disponíveis. Se os 6 bilhões de pessoas usufruíssem o mesmo padrão de vida dos 270 milhões de norte-americanos, seriam necessários 6 planetas (Edward Wilson apud MOON, 2002)". O que nos faz pensar se estes dados anteriores não estariam ligados à outro, de que os mesmos norte-americanos, consomem 50% de todos os medicamentos alopáticos(tipo bomba atômica no organismo) produzidos no Mundo!!! Estariam portanto, loucos???

   Falta de Foco da Origem, do Essencial, do Vital e do Real

Quando focamos muito nossas profissões sem entender que as outras são todas necessárias para a evolução da humanidade, conceituamos o mundo com a régua equivocada de nossos olhos partidarizados. De modo que vemos políticas públicas sendo lançadas de combate a criminalidade ou a disseminação de remédios baratos(e caros para o contribuinte que paga estes remédios por via indireta) quando em verdade estão a combater a  consequência e não a causa. Dão um foco errado e falso a coletividade. No fundo são acobertamentos para enriquecimento fácil as Corporações e Facções com dinheiro público. 
Interessante que o tripê da humanidade; que durante toda e historia da humanidade, mostrou ser factual; é exatamente EDUCAÇÃO, MEIO AMBIENTE e ECONOMIA. Poderia se estender até à um HEXA-pé de 1-Sexo Construtivo e esporte interativo com o ser, 2 - Conhecimento Superior, 3 - Alimentação (Verdadeiramente) Saudável, 4 - Medicamentação Útil, 5 - Religiosidade Prática e Independente, 6 - Trabalho gratificante e de relacionamento social e ambiental construtivo.  Que de fato é muito mais real, prático e vital não somente a nós seres humanos ou sociedade, mas ao Todo que nos dá vida e sustento.
  O agente público que foca o combate ao desemprego ou a segurança pública sem focar a educação (VERDADEIRA E NÃO ESTA DAS ESCOLAS E UNIVERSIDADES, BASEADAS EM DECOREBA E FALTA DE VOCACIONISMO) ou o combate a doença focando na produção de remédios alopáticos, denota completa falta de entendimento das origens do emprego, da segurança pública e da saúde.



 
A Origem de tudo

Nos falta, em muitas das vezes da vida certa PAZ-CRIATIVA ou que já escutei como ócio-criativo. Penso que o sentido de ócio não seria propriamente adequado e sim o sentido de consciencia interior. Como que uma religare intensa ao seu interior, que dá um forte sentido de obrigação e ânimo para qualquer obra autêntica. Mesmo diante das inúmeras e ENORMES pedras  no caminho das pessoas que se dispõem a não passar em branco suas vidas, esta consciencia interior é a chave para se manter firme no caminho pedregoso da sociedade humana. E...como fonte de apredizado e de permanência nesta consciencia...não poderíamos de apontar a ...Natureza.  

20/08/2009

Árvores

Fico pensando nas árvores,
Que vi e ouvi como nunca tinham me dito !
Saí das pedras, ...das cavernas das cidades;
Deixei a teoria deitada no canto.
Morri para muitos dos humanos...
Andando sem pensar,
Que surpresa tive de meu enlace!
Nem teria o credito de um amigo ou mano.
Jamais entenderiam o que vi,
Nunca acreditariam naquele murmúrio,...nas vozes,
Também não entenderiam a mensagem,
Para aqueles que largaram-se ao Mundo!

Árvores, cantam...

30/07/2009

Ferramentas todos tem e recebem...

Mídia, Poder e Multinacionais com a chave do Galinheiro

Não basta darmos as notícias ao público. É necessário termos a crítica para colocar junto a Notícia e então com argumentos convincentes, mostrarmos O COMO entender se o fato é ruim ou bom a coletividade. Mas o que vemos pela Mídia Monopolista é o contrário disto, ou melhor a total ausência de boa fé aos princípios da própria evolução da sociedade. Hoje se manipula a Notícia, se dissimula a verdade, se confunde, se tergiversa, se sofisma !!! Mas primeiramente vamos em graus de compreensão destes fatos...

Ferramenta

A toda hora você recebe uma Informação correta, parcial ou errônea. Sem usar outra Ferramenta Socrática que é a Análise Crítica, você se coloca a mercê das intenções escusas de quem possa ter produzido tal ferramenta. Tal qual um estudante de carpinteiro que recebe martelo, prego, serra elétrica, serrote, réguas... fica sem poder imaginar o que faria de espetacular com aquelas coisas; você quando recebe CONHECIMENTO, fica de início atordoado sem saber o potencial daquela Ferramenta. E na maioria das vezes, as pessoas ligam direto na tomada (Energia de suas almas) e começam a repetir(DECOREBA) sem pensar o que receberam. Diga-se de passagem, é um reflexo insano de nosso medíocre aprendizado escolar contemporâneo de todos os países massificados. Pois bem, fica evidente que O VERBO tem uma vida própria embutida e que lido ou recebido verbalmente de alguém, passa a agir e se multiplicar nos cérebros e almas das pessoas tal qual vírus sutil. Estudos e mais estudos psicológicos foram feitos e você acha que os poderes de plantão não usam estes resultados e estas análises para manterem o status quo vigente aos seus interesses corporativistas de plantão?

A Manipulação do Espírito Humano

Nossos Jornais e Telejornais se engalfam nas notícias de desgraças. Sejam elas da Politica, da Aviação, da Polícia... Afundam a sociedade numa revolta estéril e angustiante. Não tem nem uma lógica pedagógica de localizar o fato, alertar, chamar os atores sociais para a ação, colocar nos quadros jurídicos, dar caminho a uma ação processual, acompanhar a conclusão e por fim dar a resposta a indignação da sociedade. A noticia é jogada no colo do coitado e ignorante telespectador que lhe dá uma "indigestão"(sim pois psicologicamente a mente replica a somática do corpo) por não ter as ferramentas adequadas para "digerir", usar os "carboidratos" para confeccionar novos pensamentos críticos e por fim reagir devidamente como gostaria fazer. Mas esta indigestão tem dois caminhos muito bem conhecidos.

Confusão e Sedação

Quando desconhecemos os caminhos que podemos dar a um CONHECIMENTO NOVO ou FERRAMENTA, comumente deixamos de lado este - se formos insensíveis ou usamos perigosamente em qualquer situação. O conhecimento liberta e a ignorância escraviza, mas o falso conhecimento confunde a ação e manipula o sujeito e ator responsável. Tal qual uma ferramenta defeituosa ou fabricada na china, o conhecimento precário ou propositadamente leviano, se for usado inadvertidamente afunda o ator no erro e desestabiliza sua reputação a si mesmo e perante os demais. O continuísmo destes atos resulta no próximo passo almejado por esta ideologia que seria a SEDAÇÃO do ator. Então a precariedade, incopetência e incapacidade forjam a insensibilidade e a completa estupidez e alienação do sujeito - engrenagem mestra da sociedade em evolução. Ele se recusa agora a pensar e a agir com as pequenas ferramentas que dispõem ao seu alcance.

Gritar e se espernear

É triste ver certos cidadãos se espernearem, gritarem e por fim se fragilizarem destruindo então o patrimônio dele e de todo o resto da população. Tal qual o drogado que se sentindo impedido do seu mundinho, de seu prazer efêmero, o cidadão comum se junta e na sua impulsividade quebra e se submete a ser preso e processado pelo ato indígno de outro governante ou arrogante patrimonialista exagerado.

Dos Meios, aos Fins

Por causa da falta de vergonha de políticos, banqueiros, industriais e tantos outros...muitas pessoas se tornam intratáveis, tem verdadeiras repulsas de tudo que se relacione a política, governo e decisão coletiva. Mas estas pessoas não percebem que o Sistema vigente tem seus recursos úteis a sociedade e tudo é uma atitude política na exata expressão da palavra. Claro que vivemos numa Democracia de fachada, onde o Executivo nomeia o Judiciário e este ordena o aparato repressor ou a "permanência" do lamaçal institucionalizado. Mas se calarmos e ficarmos isolados, seremos sempre telespectadores do que se desenrola diante de nós, nas TVs. Agremiações ou o Terceiro Setor, são o forte meio de as pessoas se verem representadas. Sabendo que nossos representantes não respondem efetivamente aos anseios de toda uma população, temos nas ONGs o braço para a ação. O que não se pode esquecer que o lado corrupto da sociedade, das empresas e do próprio governo, também já perceberam esta potência avassaladora e concentradora de mentes e atos e tem usado com desenvoltura muitas vezes com a condescendência cega do próprio Judiciário.

Democracia nas vias de fato ou uma permanência da Demônio-cracia ???

Urge que vejamos as entranhas da Democracia... Para ser político, basta ter a ambição desmedida do Ego ( não do super-ego ou consciência mais elevada). E geralmente o que vemos, não são os analfabetos, mas os analfabetos funcionais ocuparem as tribunas. De modo que se aquele sujeito não deu como empregado e nem deu como patrão, ele vê a política como um "ganha-pão" e trampolim para a realização de seus desejos mais grotescos e muito naturais para o seu ego. Anseia cada vez mais da exaltação de energias egóicas que a tribuna pode lhe dar. Passa a ser perene e dependente dos aplausos e benesses que a política lhe propõem. Já não tem mais vida própria e sim é a máquina governamental que lhe dá o combustível para viver. Nem poderia ser diferente, pois, entrou sem razão, sem emoção, sem vida e impulso interno de sua alma. Nem carisma, inteligência, espiritualidade, vivacidade, eficiência... adornam sua matéria. É um perfeito idiota diante de si mesma. De modo que a máxima de Ramana Maharish quase lhes cai como uma luva. Com a ressalva que nem "GRANDES" chegaram a ser e sim pigmeus permaneceram mais ainda... :

" Os grandes reis e os maiores estadistas lutam para governar os demais; no entanto, sabem muito bem no seu íntimo que são incapazes de se dirigir a si mesmos; porque o verdadeiro poder pertence ao homem que penetrou no âmago mais profundo de sua alma !!!"

02/06/2009

Incentivar o Consumo Inconsequente de Racionalidade

Grandes empresas ainda insistem, como a base de sua Ideologia, incutir idéias de luxúria a níveis psicológicos escancarados nas camadas de nossa população. Tais idéias de ostentação, esnobismos, convencimentos, são incutidos nas pessoas mais fracas de rasciocínio e de talento. E por incrível que pareça estas pessoas estão em todas as camadas de classes sociais, mas proliferam nas que podem pagar ( ou aparentam poder) por uma Miragem de Aparência. De modo que o Planeta caminha sendo depredado por estas grandes empresas(e na sombra as médias e pequenas que aceitam também estas ideologias) que alimentam o desnecessário as populações. Carecemos de um Ministério do Racionalismo no Consumo.


video

25/02/2009

Adivinhem por que a Monsanto Comprou a Fox

(Video) - Monsanto Compra a Fox
Como a Monsanto detonou uma série de reportagens em uma emissora de TV dos Estados Unidos.
Opções de VideoAcessar o Link - www.viomundo.com.br/tv/monsanto-compra-a-fox/

14/02/2009

Agreção aos Ambientalistas porque enchergaram as Atividades Nocivas da Bunge e da Yara

Uma Audiencia Pública só com risos, abraços, piscadelas e muito biscoitinho...

Estive na segunda Audiência Publica do dia 5 de fevereiro de 2009 no Município de Anitápolis/SC sobre a possibilidade ou não da implantação do projeto da Bunge(norte-americana) e Yara(norueguesa) de extração de fosfato naquele município que terá grave impacto as economias, a sociedade e ao meio ambiente não somente local, mas também de dezenas de municípios ao redor de Anitápolis. Depois do pronunciamento (que se iniciou as 19:00) dos diretores daquele empreendimento, me manifestei as 23:00 da noite(depois de muitos agricultores terem saído devido não aguentarem a hora por seu trabalho da manhã seguinte) com argumentos escritos para a mesa, na qual foram lidos pelo superintendente da Fatma que presidia a mesma. Escutamos num longo monólogo os feitos da Bunge pelo convencido diretor. De modo que pouco tempo sobraria a população discordar ou mesmo explanar outra apresentação das centenas de argumentos contra esta mineração sobre a Mata Atlântica e dentro de uma nascente de grande rio. Notei que minhas perguntas sobre aquele projeto de extração, foram todas deixadas para o final do evento pelo Superintedente da Fatma que estava ladeado pelo Prefeito de Anitápolis(a sua esquerda) e um Diretor da Bunge(a sua direita). Coisa de louco era ver a intimidade de um dos integrantes da Bunge no lado do superintendente da Fatma que me parecia escolher a ordem de leitura das fichas e o diretor da Bunge coladinho no lado dele... Quais teriam sido os critérios na sequência das fichas de perguntas, pelas mãos do encarregado da Fatma? Teria havido telepatia ou cutucão mesmo de alguém??? De modo que as perguntas mais simples de serem respondidas foram preenchendo os horários iniciais... Fáceis de serem rebatidas, por que tinham gasto 22 milhoes criando um EIA/RIMA com Doutos em Engenharia, Biologia ... cantados com boca cheia pelo diretor da Bunge.

Regras da Audiencia Pública que não foram muito bem comunicadas antes e durante para o povo...

Depois de exaltar a Bunge como líder mundial em alimentos de que fez questão de enumerar como as margarinas da "marca" delícia (nome comum não se patenteia por força da Lei de Patentes), os óleos - que depois de muito custo da sociedade trazem em seus rótulos - que são realmente constituídos de soja transgenica ou colza trangenica do Canadá (canola : contração de Canada Oil Company) - explicação que devem também para os consumidores químicos de como não "rancifica"(oxida) se está em recipiente transparente e com prazo deveraz longo para um óleo... e que necessariamente é evidência de conservante, antioxidante ou estabilizante não declarado no rótulo. Descamba e se entusiasma dizendo de boca cheia ter orgulho em trabalhar numa firma de centenas de empregados e vender para a Coca-Cola o ácido fosfórico vindo de suas minas de fosfato lavradas no estado de Minas Gerais ou algum país qualquer que não sabemos...
Poucos percebem que a pausa para biscoitinhos e coca-cola patrocinados pela Bunge e Yara é o único momento para escrever as perguntas na Audiência Pública... Meros 10 minutos onde os risos e intimidades do superintendente da Fatma(Órgão Ambiental de SC) e os empreendedores é de uma incompriencível evidência.

Ácido Fosfórico como ingrediente da Coca-Cola

Então lá pelas 23:00 argumentei que os aparentes benefícios que os diretores exaltaram da obra eram muito poucos aos enormes malefícios a sociedade, economia e meio ambiente. Descrevi inúmeras perguntas que o projeto não previu como inadequada capacidade viária para receber carretas carregadas de enxofre vindas do porto de Imbituba. Incapacidade de o sistema viário receber de dia centenas de carretas se dirigindo ao Município de Lages para peletização do fosfato e mais agravante ainda, o maior fluxo de noite (para evitar barulho que seja ouvido por moradores e desassossego devido a congestionamentos na via aos Municípios) com centenas de carretas saindo da mina. Ora, isto iria atrapalhar enormemente os agricultores e comerciantes que usam a via de noite para levar com seus caminhões, o fruto de seus trabalhos aos centros Ortifrutigranjeiros.

Adeus Turismo na Serra Catarinense

Também relatei o enorme prejuízo que não foi computado ao turismo e ao fluxo de turistas argentinos e do Rio Grande do Sul que passam por nossas estradas para evitarem congestionamentos e perigos na BR101 – litorânea. Também perguntei como ficará o tombamento destas carretas em nossos rios com materiais altamente tóxicos como o ácido sulfúrico(se resolverem fazer como em Minas Gerais de transportar ácido pelas estradas públicas) o fosfato e o enxofre... Também rebati a resposta simplória de um diretor da Bunge quando questionei se o projeto tinha computado o estrago das carretas ao sistema viário de nossas rodovias. Ele disse a todos candidamente que o projeto se responsabiliza da porteira para dentro e da porteira para fora é compromisso do estado... Ora como podem dizer que o projeto trará divisas em impostos ao Município de Anitápolis, Estado e União se não computam todas as despesas em nível de estado? Se nem sequer computam as despesas com saúde pública que sem dúvida aumentarão com a poluição física de seus ambientes naturais. E a educação e segurança pública devido as pessoas contratadas de fora da localidade???E que dizer do aumento de problemas pulmonares em moradores próximos ou mesmo em seus empregados??? E que dizer das desvalorizações de terras, pousadas, hoteis...todo o Turismo da Serra Catarinense??? Nada disto foi citado. Eram só “flores”, risos, apertos de mãos, cumprimentos entre si e o povo atônito e não entendendo nada. Diversas pessoas se manifestaram contra o empreendimento e com dúvidas do mesmo.

As Almas enganadas

Enquanto defendia meus argumentos fui impedido de continuar por uma mulher gritando para parar de falar. Ao que me virei para traz e vi um pequeno grupo na porta e delicadamente terminei acrescentando a todos que achava que vivia ainda num sistema político democrático... Segui-se o pronunciamento da Procuradora Geral da Republica Dra. Analucia Hartman que só fez confirmar mais argumentos mostrando a todos a inviabilidade de tal projeto. Fui recomendado a sair do recinto por colega ambientalista e quando estava me dirigindo, fui encarado furiosamente já fora da porta por cerca de 8 ou mais pessoas. Meu companheiro Dr. Jorge Albuquerque que defende a região daquele grotesco empreendimento ( http://mataatlanticasc.blogspot.com/ ) caminha na frente e depois sai para o lado dierieto e é seguido por um homem que desfecha um golpe por traz de suas costas e é impedido rapidamente por dois homens. Soube mais tarde que um destes homens que protejeu o ambientalista do golpe era o segurança da Procuradora. Em seguida sai uma mulher desfechando-lhe tapas com um aparente objeto e caluniando-o com palavrões. Quando vi sendo atacado eu gritei o que é isto??? Aonde está a policia ? Ao que eu grito indignado por policia, escuto um rapaz olho a olho me encarando e dizendo sarcasticamente: É né? Policia, né? Aonde tá? Então gritei de novo e vi um policial de braços cruzados vendo tudo(cabo Rosa). Quando viu minha cara que tinha visto seus braços cruzados ele ficou assustado, pois, ia me dirigir ao poder público na audiência. Descruzou e foi direto apartar a mulher que batia por traz no ambientalista sem este fazer nada contra aquilo. Nos afastou daquele grupo e solicitou que fossemos embora, ao que escuto o homem que agrediu o Jorge me dizer em alto e bom som: “Ahh!!! Tu és de Rancho Queimado(Município em que resido), pois, eu vou lá te procurar!!! “ E escutei também daquela mulher: “Só podia ser de Rancho Queimado...” Soube depois pelo Jorge Albuquerque que aquele homem se chama seu Bica – caseiro da Indústria Multinacional Bunge/Yara e aquela mulher é enfermeira e esposas dele. Quanto aos outros desconheço quem sejam.

12/02/2009

Biodiversidade para quê?

Como funcionam os subterfúgios do poder de plantão...

É muito interessante em Fóruns e Audiências Públicas observar as reações inflamadas, torpes ou mesmo cândidas e inocentes das pessoas. Falo especialmente nas discussões que envolvem a Natureza, aparentemente dissociada, longe e independente da maioria brasileira que habitam as Metrópoles. O Ego humano é igual em todos, mas Egos não dialogam... Brigam, competem entre si e não chegam a denominador comum e sim a coeficientes somente para seus próprios pontos de vista e por fim as benesses a si mesmas. Fóruns e Audiências Públicas têm realmente um só objetivo, acharem um consenso lógico (e intuitivo) que leve o problema a uma solução (temporariamente) permanente ou auto-sustentável. E nestes ambientes, sempre temos os abnegados que com lógica e persuasão apresentam seus pontos de vista esperando discussão e compreensão dos fatos, das soluções claras em que expôs a todos. Dependendo da Lua, outros de mesma índole honesta apresentam reforços e então começam a aparecer as personalidades aparentemente cambiantes que expõem contra-sensos de preferência sofistas e entorna o caldo das discussões. Se os interesses governamentais se coadunam com os corporativos de multinacionais que prometem progresso e emprego como o da década de 60..., sem dúvida este Fórum já terá sido marcado pelo status-quo político-econômico como um desastre para toda a sociedade. Terá sem dúvida, antes ou depois, o Mandatário Público afirmado no alto do palanque com espuma na boca e bochechas enrubescidas a promessa vã de progresso e emprego e dane-se o Ambiente. Contratam ônibus de massa de manobra que são vitimas de si mesmos para vaiarem, uivarem e por fim darem suas próprias almas aos desígnios dos mandantes e guardiães do poder – os novos coronéis do século XXI.

Ação e Reação não tem lei humana...

Mas, lógica e verdade são xipófogas e o tempo as faz sempre ressuscitarem exigindo juntas, como “alma penada”, a recomposição dos fatos e freqüentemente a prisão, cobrança ou a reação aos responsáveis. Prisão e cobrança vem das Leis dos Homens e se não for feita, a reação vem das Leis do Universo que fatalmente será cumprida! E então temos o que vemos em diversas partes deste Brasil...,o Ambiente se desmanchando junto com a população ou sociedade humana. Só como péssimo exemplo, o estado de Santa Catarina viu seu Código Ambiental em fins de 2008 alterado para pior, pelo governo e poucas semanas depois do ato indigno ao estado escolhido de muitos turistas, as chuvas desmontaram a máscara do governo catarinense e não pararam mais de assombrar o governador. E para entortar o caldo, surgem também secas arrasadoras no outro lado do estado.Sabe-se que sua excelência tem o fato nada nobre em sua gestão, do maior avanço em desmatamento do Sul do país por estes anos e o segundo estado em desmatamento no Brasil.

A Dicotomia para dividir a todos: De que partido você é? Xiita ou Cristão? Alto ou baixo? Negro ou Branco?

Mas Ecologia é somente defender as borboletas e os passarinhos, dizem os mandantes de plantão, externando sua mente fraca de menos compreensão do que o tamanho de seu bolso duplo. Refutam com palavras criadas de revista míope..., que todos são xiitas, desconhecendo a história de que aos árabes, devemos a matemática, a alquimia que gerou a química e até ao hábito de tomar banho todos os dias... Se colocassem e substituíssem a palavra xiita - nas frases feitas para agredirem os ambientalistas - pela palavra cristão... qual seria a diferença no quesito? Então vamos ser mais objetivos, práticos e mostrar aos mandantes o que eles realmente não tem de estudo e pior, não tem a Virtude Máxima a um representante público: Humildade ! Sim, humildade para receber as opiniões conflitantes, interagir, trazer a luz aos fatos, separar o joio do trigo, determinar os agentes da razão-intuição e por fim colocar a sociedade no eixo de sua permanência presente e futura com sustentabilidade. Humildade que reconhece seus limites. Humildade que reconhece que a luz dos outros não precisa ser apagada para que sua própria luz persista, mas sim, que tenha que ser mais alimentada e se aproxime para que nossa luz também tenha a honra de ser assistida. E por fim, tudo isto que gerará a solução de todo o conflito que é exatamente a função do agente público: organizar, Gestionar com Honestidade todas estas ações para que culmine com o óbvio preconizado.

Começando por argumentos simples...

Então faltou dizer, porque amamos as borboletas e os passarinhos... Dizem eles: por que proteger o Mato (os Biomas seria dizer o certo) se temos que gerir a sociedade que nos deu emprego com este mandato? Por que não proteger o homem que vive perto e dentro destes lugares (mananciais ou Ecossistemas)? Responderíamos que a simples proteção e manutenção da Mata em volta das nascentes é fato conhecido até pelos agricultores que não tem instrução ambiental formal, porque sabem que se não for assim, sua água de abastecimento tanto de sua lavoura como de sua família, some pelo ralo da terra. Então se deduz deste simples fato que não somos independentes da Natureza e sim parte daquela. Também é fato dos homens que trabalham na terra, verem o fenômeno de aparecimento de nuvens (vapor) em grandes massas e de repente, das áreas verdejantes de Mata, como uma nuvem brotando do nada... e também é fato aos homens que trabalham com ciência climática que as Matas regulam a quantidade de chuvas em determinado dia ou local e...as produzem. E que dizer que a temperatura é deveraz aprazível, fácil de suportar, mesmo em cidades que tiveram o cuidado de manter as nossas esplendidas plantas em volta e dentro? O que não acontece nas cidades que não tiveram esta compreensão nem respeito ao Bioma de que tem origem, na qual suas temperaturas têm subido letalmente aos velhos e crianças que as abitam. E o fato corriqueiro em todas as famílias das grandes cidades ou mesmo pequenas que fogem ou para as praias ou para os campos e matas buscando o quê, senão a confortante Mãe Natureza aos estressados e desassistidos de amor e equilíbrio humano? Dizem especialistas que carecemos nestas horas da substancia ou “partícula” prana, ki ou orgônio como queiram alguns. E esta depressão que abate a milhões tem a contrapartida de cura na fonte destes elementos que são as plantas ou quem sabe através delas. De modo que depressão ou carência do neurotransmissor como a serotonina, tem sua cura ou efeito mitigado, não somente pela visão de uma Flor ou Natureza impactante, mas também pela sua permanência em nossa vizinhança. De modo que na alegria ou no turvamento lógico com tristezas e mazelas da vida ou buscamos o colo da Mãe (Natureza, em qualquer forma que se apresente) ou engrossamos as fileiras dos presídios e clínicas.

Continuando com médios argumentos...

É constante a baixa nos preços hortículas e o desespero dos pequenos agricultores que sustentam as bocas da maioria do povo brasileiro. Freqüentemente assistimos estes mesmos ou seus filhos, fortificando as fileiras das favelas intermináveis nas grandes cidades que somam mais de 80% de ocupação, se igualando a números de primeiro mundo, sem o contraporte na cultura, tecnologia e ciência que mantém empregos naqueles países. Reclamam com razão e ingenuamente os preços dolarizados dos adubos químicos NPK que inviabilizam suas lavouras que nasceram da “revolução verde” gestionada pelos excedentes bélicos da segunda grande guerra. Falam também dos altos custos de seus defensivos (que eufemisticamente traduzem, mas que na verdade são de fato “o veneno para todos”). Mal sabem que vivem dominados por umas poucas 3 empresas multinacionais que escandalosamente monopolizam o país com seus adubos químicos. Abusando do poder econômico e praticando formação de cartel. Mas ainda temos prefeitos idiotas que na pretensa penúria do município pedem ao mandatário do estado que lhe traga uma multinacional prometedora de muitos empregos, mesmos que sejam para quebrar pedras para extrair minérios, mas que pelo menos os filhos destes agricultores poderão viver mais alguns anos tendo dinheiro para comprar iPods. Não interessa que morram mais cedo de doenças trabalhistas agora importadas, mas pelo menos morrem felizes consumindo. Nota-se sempre que estas mazelas são frutos da má gestão pública em seus Municípios, pela falta de entendimento e capacidade que tem estes mandatários em distinguirem o que está diante de seus próprios narizes. E o que seria isto? Turismo grita alguém – o setor que mais cresce e traz divisas rápidas? Sim, pode ser, mas diria que se deve apurar mais ainda a vista.

Moléculas que valem o emprego de todos em uma cidade...

Pouco mais de 10% de nossa Biodiversidade está estudada e mesmo assim de forma desconexa faltando pesquisa clínica em muitos trabalhos e somente tendo a constituição química revelada, sua toxidez ou experimento pré-clínico completo. Somos a maior Biodiversidade do Planeta e brilho nos olhos de qualquer biopirata de primeiro mundo. Então, as Matas que derrubamos não somente destroem a vida animal que se esconde nelas, mas o futuro auto-sustentável da nação. Das plantas temos moléculas para cura inusitada de centenas de doenças e alternativa para outras centenas que sangram as nossas divisas junto ao Ministério da Saúde e da saúde privada, que tem de comprar milhões de reais por ano em remédios alopáticos. Fora a biodiversidade de fungos e bactérias escondidos debaixo das folhas que renderiam bilhões, sem dúvida, em novos campos de tecnologia de ponta para aumentarmos a produção de etanol, uso em técnicas petrolíferas, saúde dos solos, nitrogenização de raízes, novos derivados químicos, biológicos e infinitos usos que somente Deus bem sabe. E a pergunta vem: como e quando? Soma-se a tudo isto a angústia da população em ter para ontem a cura de suas doenças de forma branda e suportável. Falta-nos lógica e não somente dinheiro!!!

Formigueiros e sociedade de humanos

Precisamos agir já e rapidamente criando uma cadeia, rede de conscientização, ação e gestão de nosso patrimônio Biodiverso de forma realmente coletiva. E isto passa por novas cadeiras, cursos em Universidades e Escolas, Leis para serem aplicadas, conhecedores de causa na execução, créditos direcionados...Mas, SEM POLÍTICOS!!! Existem muitas atividades louváveis, mas todas desconectadas e falando a língua de uma Babel. Quando vemos a coordenação de um formigueiro que numa noite com desenvoltura transportam o sonho de um agricultor ou o sorriso do quintal da dona de casa, não podemos esconder o espanto de tanta ordem e determinação em tão pequeninos seres. Então, inevitavelmente suspiramos forte, parecendo invejar a ordem que não reina em nossa espécie. O que vemos nos governos humanos? O deputado que não entende, insiste em reter a sua verba e não contrata algum especialista para lhe explicar o que é vital para sociedade. Continua então escutando as aparências do grandalhão de terno importado, dono de uma multinacional, provavelmente expulsa de sua própria terra ou auto-exilada, porque suas atividades não seguem a salutar vida de seus concidadãos.

Ecologia é Paz, é Vida, é Trabalho Duradouro

Aprendemos antropologicamente que Culturas como a da Ilha da Páscoa e do México, que esgotaram seus recursos naturais em intermináveis conflitos ou hábitos errados de consumo, na derrubada final de suas matas, veio-lhes a escassez de víveres, inexistência de chuvas em períodos separados da abundancia desmedida de furacões e tempestades. Com a falta de água potável, degradação do solo levando sua fertilidade, exposição aos raios solares aumentando a temperatura e inviabilizando a vida microscópica da terra que interagia e sustentava as plantas, surgiu por fim a fome, mais conflito e a dispersão das cidades, pondo fim a sociedade estruturada com sua cultura, leis, ciência, economia... Que é o quadro semelhante ao fim das grandes nações.Portanto, Natureza e Ecologia não são somente mais umas palavras para poetas e biólogos, mas para todos indistintamente, é a permanência de suas existências, de seus empregos.

Monsanto - o coração da Bunge ?

Vale a pena ouvir no link abaixo a reportagem da devassa no braço direito da empresa norte americana Bunge no campo, chamada Monsanto, produtora de 90% dos transgenicos no Mundo e responsável direta pela contaminação de sementes e introdução de suas ideologias nada cientificas aqui no Brasil. Acorda governo brasileiro, acorda Ministério da Saúde, de Meio Ambiente, de Economia ...!!!!

Livro: O Mundo segundo a Monsanto

http://cbn.globoradio.globo.com/cbn/wma/player_gradio.asp?audio=2008%2Fcolunas%2Fmundo%5F081207%2Ewma&OAS%5Fsitepage=sgr%2Fsgr%2Fradioclick%2Fradiosam%2Fcbn%2Fmundo1